Segunda, 19 Março 2018 21:51

Servidores repudiam morte de Marielle e violência empregada em São Paulo contra professores

Servidores repudiam morte de Marielle e violência empregada em São Paulo contra professores Servidores repudiam morte de Marielle e violência empregada em São Paulo contra professores

Na assembleia extraordinária realizada na quinta-feira (15) no salão social do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (SINDSPAM), os servidores municipais fizeram um ato de repúdio à morte da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, assassinada na noite da última quarta-feira (14), no bairro do Estácio, região central do Rio e a violência empregada no protesto realizado por professores municipais em frente à Câmara Municipal de São Paulo na semana passada, quando guardas-civis e policiais militares chegaram a ferir servidores da capital paulista. Os servidores são-carlenses fizeram um minuto de silêncio como forma de protesto.